Guatemala anuncia alerta laranja após caso de gripe suína

Guatemala, 5 mai (EFE).- As autoridades sanitárias da Guatemala declararam hoje alerta laranja em nível nacional para evitar a expansão do vírus da gripe suína, após a confirmação do primeiro caso em uma menina de 11 anos recém-chegada do México.

EFE |

"A partir deste momento, todo o sistema nacional de saúde começa a utilizar máscaras e luvas. Estamos em alerta laranja", disse a jornalistas o ministro da Saúde guatemalteco, Celso Cerezo.

Cerezo confirmou hoje que uma menina guatemalteca de 11 anos deu positivo nos exames de gripe suína, e com isso se confirma a presença desse vírus no país.

"Trata-se de uma menina da capital, que foi detectada pelo cordão sanitário situado no aeroporto internacional La Aurora, quando retornava de um passeio por Veracruz (México)", disse o ministro.

Cerezo disse que a menor, que está reclusa em um centro assistencial, desde ontem é medicada com antivirais e seu estado de saúde "é estável".

"Por enquanto, é o primeiro caso que temos confirmado. Vamos implementar todas as medidas que forem necessárias para evitar que o vírus se expanda" em nível nacional, confirmou.

Segundo Cerezo, há três dias foram distribuídos nos principais hospitais públicos do país 500 tratamentos antivirais e, nos próximos dias, devem chegar mais 12 mil para distribuir em nível nacional.

De acordo com o ministro, os resultados dos exames feitos em outras duas pessoas que apresentavam sintomas da gripe suína deram negativo e, por enquanto, não há mais pacientes suspeitos.

A Guatemala é o terceiro país centro-americano onde se registra a presença do vírus da gripe suína, junto com Costa Rica e El Salvador. EFE cual/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG