Guarda Revolucionária diz que pode derrubar helicópteros Apache

Teerã, 2 fev (EFE).- A Guarda Revolucionária, corpo de elite das Forças de Segurança do Irã, afirmou hoje que projetou um dispositivo antiaéreo capaz de neutralizar a eficiência dos helicópteros norte-americanos tipo Apache.

EFE |

A informação foi do comandante da Organização Auto-suficiente para a Jihad da Guarda Revolucionária, o coronel Nasser Arab Beigi, revelou à agência "Fars".

"Os inimigos imaginam que da mesma forma que os Apaches foram utilizados no Iraque e Afeganistão, podem ser utilizados em uma agressão ao Irã", explicou o comandante.

"Poderemos, certamente, acabar com o poder desses Apaches com nossos próprios meios", acrescentou Arab Beigi, sem especificar quais são esses meios.

A tensão militar cresceu na região no domingo passado, quando o jornal "The New York Times" noticiou que o Pentágono tinha acelerado o envio de escudo antimíssil ao Pérsico.

Segundo o jornal, o projeto pretende instalar baterias antiaéreas do tipo "Patriot" em pelo menos quatro países próximos da República Islâmica: Emirados Árabes Unidos, Kuwait, Catar e Barein.

O Irã está submetido a um embargo militar desde a década de 80, embora foi capaz de desenvolver um programa bélico próprio com ajuda de alguns países, o que inclui mísseis de médio alcance e baterias antiaéreas. EFE th/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG