Guarda Costeira busca 11 desaparecidos após explosão de plataforma nos EUA

Washington, 21 abr (EFE).- Helicópteros e navios intensificaram na noite desta quarta-feira a busca por 11 trabalhadores que desapareceram após uma explosão em uma plataforma de petróleo no Golfo do México, informou hoje a Guarda Costeira dos Estados Unidos.

EFE |

O acidente ocorreu durante a noite no litoral do estado americano da Louisiana, a cerca de 75 quilômetros da cidade de Venice. As fontes indicaram que, no momento da explosão, 126 pessoas estavam na plataforma.

Mais de 15 pessoas ficaram feridas, sendo que quatro delas em estado grave, informou a polícia do Estado de Nova Orleans.

"Continuaremos as buscas pelo tempo que for necessário, e acreditamos que conseguiremos encontrar alguém", afirmou a contra-almirante Mary Landry, comandante da Guarda Costeira na região.

Landry acrescentou que informações prévias dando conta de que os desaparecidos haviam sido localizados em uma balsa eram incorretas.

"Não temos ideia de onde eles estão", acrescentou.

Segundo Mike O'Berry, oficial da Guarda Costeira, a esperança de encontrar com vida os 11 desaparecidos reside na possibilidade de que tenham conseguido embarcar em um dos botes salva-vidas que havia na plataforma.

A explosão deixou uma enorme coluna de fumaça e um fogo que até o fim da tarde de hoje os serviços de emergência ainda não haviam conseguido apagar.

Segundo Adrian Rose, vice-presidente da Transocean, empresa dona da plataforma, é possível que a explosão tenha sido provocada por um aumento da pressão do petróleo.

A plataforma, denominada Deepwater Horizon, tem uma superfície de 132 metros de comprimento por 85 de largura, extrai petróleo para a British Petroleum (BP).

A empresa, com sede na Suíça, se descreve como "a maior extratora de petróleo submarino", com 140 plataformas de perfuração e 18 mil empregados. EFE.

elv-ojl/id

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG