Grupos denunciam sequestro de crianças nos campos de refugiados do Sri Lanka

Grupos de defesa dos direitos humanos denunciaram nesta quinta-feira que paramilitares, sob ordens do governo do Sri Lanka, sequestraram crianças dos campos de refugiados com a aprovação tácita de Colombo.

AFP |

A Coalizão para Deter o Uso de Crianças Soldados (Coalition to Stop the Use of Child Soldiers), com sede em Londres, que reúne organizações como Anistia Internacional e Human Rights Watch, afirma que tem informações sobre o rapto de crianças em vários campos de refugiados da zona de Vavuniya (norte), geralmente por paramilitares tâmeis.

Estes paramilitares ajudaram as autoridades de Colombo a combater os Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE), derrotados na segunda-feira após quase três décadas de guerra.

"O motivo dos sequestros não é conhecido", afirmou Charu Lata Hogg, porta-voz da coalizão.

"Alguns foram sequestrados para que depois fosse pedido um resgate aos pais. Em outros casos, as crianças foram raptadas para ser interrogadas sobre supostos vínculos com os LTTE, outros por suspeita de atuar como soldados", completou.

bur/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG