Grupo ultraortodoxo importa fantasias nazistas para Carnaval judaico

Jerusalém, 25 fev (EFE).- O Neturei Karta, um grupo radical e antisionista integrado por judeus ultraortodoxos, distribuiu panfletos incentivando os israelenses a se fantasiarem de nazistas ou inquisidores no Carnaval judaico.

EFE |

A campanha, noticiada hoje pelo jornal israelense "Yedioth Ahronoth", foi lançada às vésperas da festa do Purim, que lembra como o povo hebraico escapou pela primeira vez de seu extermínio há dois milênios e meio.

O Neturei Karta, que não acredita que deva existir um Estado judeu antes da chegada do Messias, disse em um folheto que importou para o Carnaval judaico fantasias como uniformes de policiais e militares nazistas, das juventudes hitlerianas, dos esquadrões da morte e de inquisidores.

"Após o sucesso do ano passado, em resposta à grande demanda e após um grande esforço, conseguinmos importar fantasias especiais para o Purim" que serão "historicamente precisas", escreveu o grupo em um dos textos.

Ainda em relação à tradicional festa judaica, o rabino-chefe da cidade de Safed (norte), Shmuel Eliyahu, proibiu os homens de se fantasiarem de mulher, ao lembrar que no Purim também é preciso respeitar a frase do Deuteronômio: "A mulher não porá roupa de homem nem o homem porá roupa de mulher". EFE ap/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG