Grupo taleban liberta 12 crianças seqüestradas no pátio de escola no Paquistão

ISLAMABAD - Doze crianças seqüestradas na terça-feira passada por supostos membros do Taleban quando brincavam no pátio da escola onde estudam, no norte do Paquistão, foram libertadas pelos seqüestradores, informou hoje uma fonte militar.

EFE |

Os seqüestradores libertaram na quarta-feira os menores, de idades entre 9 e 12 anos, afirmou a fonte, citada pela televisão local privada "Geo TV".

Na terça-feira, um grupo de homens armados entrou na escola governamental de Nazarabad, situada no Vale de Swat, e levaram 12 crianças em diversos veículos.

Segundo a mesma fonte, os supostos talibãs seqüestraram as crianças ao considerar que colaboravam como espiãs para o Exército paquistanês e davam informação sobre os movimentos e a localização dos rebeldes.

Os pais dos menores negaram que os filhos colaborassem como espiões e o Exército desmentiu que tivessem dado informações às forças de segurança, acrescentou a fonte.

Os seqüestros e ataques contra edifícios governamentais e membros das forças de segurança são freqüentes no Vale de Swat, situado na conflituosa Província da Fronteira Noroeste, onde vários grupos talibãs têm seu esconderijo.

Desde o final de julho, o Exército paquistanês desenvolve nessa região uma ofensiva contra os insurgentes, que já deixou centenas de vítimas. 

Leia mais sobre  Taleban 

    Leia tudo sobre: taleban

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG