Grupo rebelde reivindica seqüestro de diplomata canadense

Um grupo rebelde tuaregue nigerino chamado Combatentes da Frente das Forças de Recuperação (FFR) reivindicou nesta terça-feira o seqüestro do diplomata canadense Robert Fowler, além de ter afirmado que raptou quatro pessoas.

AFP |

Em uma mensagem assinada pelo "comissário para a guerra" Rhissa Ag Bula, líder histórico da rebelião nos anos 90 e que assinou os acordos de 1995 que acabaram com a mesma, o FFR afirma que Fowler "está bem e em breve será levado para um local seguro, entregue a outros colaboradores que assumirão sua guarda".

Robert Fowley desapareceu no domingo a 40 km de Niamey na companhia de outro diplomata canadiense, Louis Guay. Ambos trabalham para a ONU.

bur-jlh/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG