Um grupo radical xiita, que reivindicou no sábado o sequestro de um americano de origem iraquiana, anunciou neste domingo que tem outro americano, capturado em Bagdá, como refém há vários anos.

"Dois americanos sequestrados se encontram em poder da Liga dos Virtuosos", declarou neste domingo uma fonte do grupo que não revelou a identidade.

A Liga dos Virtuosos, responsável pelo sequestro em 29 de maio de 2007 de cinco britânicos - apenas um foi libertado vivo em dezembro -, reivindicou no sábado o sequestro de um americano de origem iraquiano, que aparece em um vídeo disponibilizado na internet.

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos anunciou que um civil que trabalha para o Exército americano, identificado como Issa Salomi, está desaparecido desde 23 de janeiro .

De acordo com o líder do grupo, Salomi foi sequestrado em Karj, na margem ocidental do rio Tigre, em Bagdá.

No entanto, ele se negou a revelar mais detalhes sobre o segundo americano sequestrado e se limitou a afirmar que foi capturado há dois anos no bairro de Karrada, centro de Bagdá. "Não foi libertado desde então", disse.

O Pentágono não se pronunciou sobre o caso.

Leia mais sobre Iraque

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.