Grupo islamita iraquiano reivindica tiros contra Zona Verde

Um grupo islamista iraquiano, Yaich Al-Muyahidin (exército de combatentes) reivindicou os tiros de terça-feira contra a Zona Verde de Bagdá durante a visita do vice-presidente americano Joe Biden, informa o centro de vigilância de sites islâmicos (SITE).

AFP |

"Os heróis do Yaich Al-Muyajhidin prepararam a recepção do inimigo da Umma (comunidade) (...), Biden, com um dilúvio de fogo", afirma a mensagem do grupo.

Segundo o ministério do Interior iraquiano, quatro morteiros caíram na terça-feira perto da embaixada dos Estados Unidos em Bagdá, dentro da Zona Verde, setor ultraprotegido que também abriga os edifícios governamentais, depois da chegada de Biden em uma visita surpresa.

O Yaich Al-Muyahidin é considerado próximo a Ezzat Ibrahim, que foi número dois do regime de Saddam Hussein.

tm/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG