Grupo islâmico reivindica autoria de atentado em Jaipur

Nova Délhi, 15 mai (EFE).- Um desconhecido grupo chamado Indian Mujahedin reivindicou em um vídeo o atentado que matou nesta terça-feira 63 pessoas na cidade de Jaipur, informaram fontes policiais.

EFE |

Além disso, o grupo ameaçou perpetrar novos ataques contra alvos turísticos no país.

"Não temos nenhuma pista sobre a autenticidade do vídeo. Estamos investigando seu conteúdo", disse à Agência Efe o superintendente de Polícia de Jaipur, Raghvendra Suhasa.

O vídeo, enviado por e-mail a várias emissoras de TV indianas, mostra uma bolsa com uma suposta bomba no interior e amarrada a uma bicicleta, o veículo usado pelos autores do atentado para colocar os explosivos em diferentes pontos do local turístico escolhido para o atentado em Jaipur.

"Jaipur foi atacada para destruir a indústria do turismo", afirmou o Indian Mujahedin no e-mail enviado às emissoras locais.

O grupo terrorista exige em sua mensagem que a Índia ponha fim a seu apoio aos Estados Unidos, ou "se prepare para enfrentar mais ataques em outros pontos turísticos importantes", segundo a agência "PTI".

A Polícia determinou que o vídeo foi enviado ontem à noite de um cybercafé da cidade de Ghaziabad, vizinha a Nova Délhi, usando uma conta de e-mail do "Yahoo!" criada ontem mesmo, segundo a "PTI". EFE daa/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG