Grupo insurgente mata e decapita 12 soldados iraquianos ao nordeste de Bagdá

Bagdá, 5 mai (EFE).- Pelo menos 12 soldados iraquianos morreram hoje em um ataque contra um posto de controle situado na província de Diyala, ao nordeste de Bagdá, perpetrado por um grupo de homens armados que decapitaram os uniformizados depois de os matar.

EFE |

De acordo com fontes da segurança conjunta da província, o ocorrido aconteceu ao meio-dia (horário local) na localidade de Dima, a 80 quilômetros ao leste de Baquba, capital de Diyala.

Um significativo número de homens armados assaltou com armas leves o posto de controle do Exército, situado na província em questão, que está entre uma das mais conflituosas do Iraque.

As fontes explicaram que, depois de matar todos os soldados que se encontravam no posto, os assaltantes decapitaram as vítimas e fugiram antes que as forças de segurança chegassem ao local.

Diyala é a província mais complicada do Iraque pela constante luta mantida entre xiitas e sunitas, que lutam pelo controle do local. EFE ah-jfu/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG