Tamanho do texto

México, 12 ago (EFE).- O Grupo do Rio, integrado pelo Brasil e mais 20 países latino-americanos e do Caribe, expressou hoje sua preocupação com os violentos confrontos na Ossétia do Sul e na Abkházia, regiões separatistas da Geórgia, e pediu às autoridades russas e georgianas que alcancem uma solução pacífica para o conflito.

"O Grupo do Rio apela às partes envolvidas que busquem uma solução para suas controvérsias no âmbito dos organismos regionais e internacionais", diz um comunicado emitido pela secretaria rotativa do grupo, atualmente ocupada pelo México.

Em sua declaração, o Grupo do Rio diz que as soluções para o conflito no Cáucaso devem respeitar plenamente os direitos humanos e estar atreladas "ao direito internacional e aos princípios da Carta das Nações Unidas".

Na mensagem, as nações latino-americanas pedem às partes em conflito que não usem a força e retomem as negociações para uma solução duradoura, mutuamente aceitável e "que contribua para a manutenção da paz e da segurança na região". EFE jrm/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.