imediato de ações militares em Gaza - Mundo - iG" /

Grupo do Rio pede fim imediato de ações militares em Gaza

México, 30 dez (EFE).- O Grupo do Rio expressou hoje sua profunda preocupação com a violência na Faixa de Gaza e pediu às partes envolvidas que cessem imediatamente as ações militares na região.

EFE |

Em declaração conjunta, os 23 países latino-americanos e caribenhos que forma o grupo pediram que seja "restabelecida a trégua da forma mais rápida possível" e que "se retome o diálogo para buscar uma solução pacífica" às controvérsias entre israelenses e palestinos.

A declaração do Grupo do Rio foi emitida pela Chancelaria do México, país que ocupa a Presidência rotativa do bloco O Grupo do Rio é formado por Argentina, o Belize, Bolívia, Brasil, Colômbia, Chile, Costa Rica, Cuba, Equador, El Salvador, Guatemala, Guiana, Haiti, Honduras, Jamaica, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Uruguai e Venezuela.

Até o momento, a violência que começou com a ofensiva militar israelense contra a Faixa de Gaza já causou 380 mortes e deixou cerca de 1.700 feridos, o pior balanço de vítimas desde a Guerra dos Seis Dias, de 1967. EFE act/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG