Grupo do Rio condena atentados em Mumbai

México, 28 nov (EFE).- Os 23 países-membros do Grupo do Rio condenaram hoje os atentados terroristas ocorridos em Mumbai, que causaram até o momento 148 mortes e deixaram 327 feridos, segundo dados oficiais.

EFE |

"O Grupo do Rio reitera da maneira mais enérgica sua rejeição ao terrorismo em todas as suas formas e manifestações, por considerá-lo criminoso e injustificável", diz o comunicado da Chancelaria do México, país que ocupa a secretaria temporária do organismo.

Os membros do grupo expressaram sua solidariedade "com o povo e o Governo da Índia", assim como "suas mais sinceras condolências aos familiares das vítimas".

Surgido em 1986 a partir do desenvolvimento de um mecanismo criado para promover a paz na América Central, o Grupo do Rio se consolidou como uma instituição de diálogo de mais alto nível na América Latina e no Caribe.

Participam do Grupo do Rio Argentina, Belize, Bolívia, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Chile, Equador, El Salvador, Guiana, Haiti, Honduras, Guatemala, Jamaica, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Uruguai e Venezuela. EFE act/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG