Um grupo desconhecido fez nesta sexta-feira ameaças de morte contra os homossexuais em Sadr City, o grande bairro pobre de Bagdá que é controlado pelo movimento do clérigo radical xiita Moqtada al-Sadr.

"Vamos punir vocês, pervertidos", afirmam os cartazes espalhados nas ruas deste bairro de Bagdá, assinados pelas "brigadas da virtude" e nos quais aparecem os nomes de supostos homossexuais.

Segundo os moradores de Sadr City, as pessoas citadas optaram por se esconder.

Em outra parte do bairro uma pichação afirma: "Nós vamos pegar vocês, cachorrinhos", um termo pejorativo usado pelos árabes para citar os gays.

No início de abril foram encontrados os corpos de três jovens, com marcas de tiros, apresentados como homossexuais em um terreno próximo de Sadr City, bairro miserável com dois milhões de habitantes.

Um dos líderes do movimento de Sadr, o xeque Khassem al-Mutairi, condenou recentemente "as novas práticas privadas de alguns homens que se vestem como mulheres, que são afeminados".

str-mar/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.