Um grupo de aficionados por tecnologia e empreendedores do setor em Londres posou nu para um calendário cuja renda das vendas será revertida para uma instituição de caridade. O grupo foi reunido para as fotos graças à iniciativa de Milo Yiannopoulos, um escritor especializado em tecnologia, que afirmou que queria acabar com a ideia de que empreendedores do setor são geeks (aficionados por tecnologia) que não são atraentes.

"Alguém sugeriu a ideia, mas como uma piada, e eu pensei 'por que não?' Existe uma percepção de que estas pessoas que tem estes empreendimentos na internet são geeks, não são atraentes, e queria mostrar que não é assim", explicou Yiannopoulos.

As 24 fotos mostram homens, mulheres e grupos, sem roupas, com computadores, cabos e outros objetos estrategicamente posicionados sobre seus corpos.

O escritor informou que o grupo espera vender 5 mil calendários nesta temporada de Natal e já está trabalhando em um aplicativo para o iPhone.

A renda das vendas irá para a instituição de caridade britânica Take Heart India, que fornece treinamento em tecnologia para estudantes cegos na zona rural da Índia, para que eles consigam empregos.

Empreendedores
Yiannopoulos afirmou que o projeto do calendário surgiu como uma "reunião de empreendedores para levantar fundos para uma instituição de caridade empreendedora".

"Eles não despejam dinheiro na Índia - eles educam e treinam as pessoas para apoiar suas habilidades de trabalho", disse.

"Não me arrependo, as fotos estão ótimas. Foi muito divertido (fazer as fotos) e é para uma boa causa, espero que levantemos muito dinheiro", disse Hermione Way, uma das fotografadas e fundadora do site Techfluff.tv.

O diretor da instituição de caridade, Lucian Tarnowski, é também um empreendedor do setor de tecnologia e fundador do site BraveNewTalent.com. Ele também foi fotografado para o calendário.

"A Take Heart tem o empreendedorismo em seu sangue. Desde a década de 60 a Take Heart deu a milhares de pessoas as habilidades necessárias para que elas iniciassem sua própria microempresa", disse Tarnowski.

A instituição foi fundada em 1963 e já construiu uma escola de tecnologia que atende portadores de deficiência na Índia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.