Grupo de executivos paga US$ 1.844 para ir de táxi do R.Unido à Suíça

Um grupo de executivos de uma empresa multinacional pagou 1.200 libras (equivalente a US$ 1.844) por uma corrida de táxi entre as cidades de Northampton, no sul da Inglaterra, e Genebra, na Suíça. A viagem durou 13 horas.

EFE |

Como outros milhares de pessoas, os executivos tiveram seu voo cancelado pelo fechamento do espaço aéreo britânico causado pela nuvem de cinza vulcânica gerada pela erupção de vulcão da Islândia.

Segundo informou hoje a agência local de notícias "PA", a companhia de táxis Amber Cars nunca tinha feito uma corrida tão bem paga e aceitou a missão de percorrer os 1.120 quilômetros entre as duas cidades, depois do canal da Mancha.

"Estavam desesperados para chegar lá", contou Carl Berryman, coordenador da empresa de táxis, que explicou que os executivos queriam chegar à cidade suíça, onde tinham que pegar um avião para viajar para Portugal para uma reunião de negócios.

"Nosso chefe não pôde acreditar quando contamos" que um táxi faria uma corrida tão cara e longa, disse Berryman. O taxista lembrou que o recorde de preço da companhia tinha sido uma viagem entre Northampton e Glasgow, na Escócia, separadas por 545 quilômetros, e que custou 500 libras (US$ 770).


Clique aqui para ver o infográfico

    Leia tudo sobre: aeroportosislândiavulcão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG