Grupo de 843 crianças-soldados é libertado na RDC

Kinshasa, 6 mar (EFE).- Um total de 843 crianças-soldados foram libertadas pelos grupos armados que atuam na região de Kivu Norte, no nordeste da República Democrática do Congo (RDC), confirmou hoje o porta-voz militar da missão da ONU neste país (Monuc), tenente coronel Jean-Paul Dietrich.

EFE |

Dietrich disse à Agência Efe que 839 meninos e 4 meninas foram deixaram os quadros dos grupos armados, alguns dos quais são aliados do Governo congolês.

Entre os menores libertados figuram 31 ruandeses, 2 burundineses e 2 ugandenses, que foram entregues a ONGs para ser reintegrados a suas famílias, disse por sua vez o porta-voz civil da Monuc, Mounoubai Madnodje.

As tropas ruandesas, que atuavam conjuntamente com o Exército congolês contra as rebeldes Forças Democráticas para a Libertação de Ruanda (FDLR), completaram, em 25 de fevereiro, sua retirada da RDC, após, segundo afirmaram as autoridades congolesas, após serem neutralizadas pelas tropas do Governo. EFE py/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG