Grupo de 12 argelinos desaparece em alto-mar a caminho da Espanha

Argel, 25 jan (EFE).- Pelo menos 12 argelinos que queriam atravessar o Mediterrâneo para chegar de forma clandestina às cotas espanholas estão há três semanas desaparecidos, informaram hoje fontes de segurança locais.

EFE |

Em 3 de janeiro, os desaparecidos, todos eles homens com entre 20 e 30 anos de idade, embarcaram numa balsa de pesca com todo o material que levaria na travessia.

O grupo partiu da praia de Arzen, no oeste da Argélia, mas desde então não deu sinais de vida, o que levou os familiares dos imigrantes a alertar os serviços de segurança da região.

Até o momento, as buscas iniciadas pela Guarda-Costeira foram em vão, e tanto as autoridades como as famílias temem o pior, sobretudo porque as condições atmosféricas na região pioraram consideravelmente nas últimas semanas.

Na semana passada, cinco jovens saíram de outro porto do oeste da Argélia, o de Oran, com a intenção de chegar ao litoral da Espanha.

Porém, o motor da barca na qual viajavam pifou e a embarcação virou.

Quatro dos passageiros continuam desaparecidos, ao passo que o quinto conseguiu voltar nadando ao local de onde partira. EFE sk/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG