Grupo armado seqüestra 2 sudaneses e 1 iemenita no sul do Sudão

Cartum, 29 out (EFE) - Dois cidadãos sudaneses e um iemenita, trabalhadores do setor petrolífero no Sudão, foram seqüestrados na terça-feira por um grupo armado no sul do país, informaram hoje fontes do Ministério de Assuntos Exteriores sudanês.

EFE |

Em declarações à imprensa, o chefe do Departamento de Protocolo desse Ministério, Ali Youssef, afirmou que os três seqüestrados trabalhavam para uma companhia iemenita que presta serviços em uma jazida de petróleo situada na região autônoma do sul do Sudão.

Os três funcionários foram raptados nas proximidades de um campo petrolífero da província de Al Waheda, vizinha a Kurdufan, ao sudoeste de Cartum, informou o responsável sudanês.

Por sua parte, uma fonte da Companhia de Petróleo do Iêmen, que pediu para não ser identificada, destacou que os dois sudaneses foram assassinados por seus seqüestradores quando tentavam escapar, enquanto o iemenita foi encontrado vivo mais tarde pelas forças de segurança.

Por enquanto, as autoridades sudanesas não confirmaram ou desmentiram a versão da empresa para a qual os reféns trabalham. EFE az/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG