Gripe suína matou um bengalês e 6 mexicanos

A gripe suína matou um cidadão de Bangladesh e seis mexicanos, totalizando sete óbitos confirmados no México, informou nesta quarta-feira o Diretor Nacional de Epidemiologia, Miguel Angel Lezana.

AFP |

"Uma das vítimas é um cidadão de Bangladesh que vivia há seis meses na capital mexicana e que trabalhava como ambulante", disse Lezana à imprensa.

Segundo o funcionário, "pouco antes de ficar doente a vítima encontrou com um irmão procedente de Bangladesh ou do Paquistão, que passou alguns dias no México e depois saiu do país". "Aparentemente, esta pessoa tinha alguma doença".

Lezana destacou que nenhum dos 49 pacientes que contraíram a gripe suína no México viajou recentemente à Ásia, onde possivelmente surgiu a cepa do vírus que depois sofreu mutação e passou a contaminar humanos.

"Todos morreram na capital mexicana, mas apenas quatro viviam nesta cidade, incluindo o bengalês. Duas vítimas vieram do vizinho Estado do México e outra de Oaxaca".

As autoridades estimam que a gripe suína já matou 159 pessoas no México.

gbv/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG