Gripe suína: Irã suspende voos para Arábia Saudita

O porta-voz da aviação civil iraniana, Reza Jafarzadeh, anunciou que todos os voos com destino à Arábia Saudita estarão suspensos a partir de terça-feira para conter a propagação da gripe suína, informou nesta segunda-feira o jornal Jomhuri Eslami.

AFP |

"Para prevenir a propagação da gripe suína, nenhum voo decolará com destino à Arábia Saudita", declarou Jafarzadeh, destacando que "o último voo partirá hoje".

"Todos os peregrinos que se encontram atualmente na Arábia Saudita deverão estar de volta antes do início do mês de ramadã (22 de agosto-19 de setembro)", avisou.

Em 5 de agosto, o governo iraniano decidiu proibir a peregrinação a Meca durante o ramadã por causa do risco de propagação da gripe suína entre os peregrinos, anunciou o ministro da Saúde, Mohammad Bagher Lankarani.

De acordo com os últimos números oficiais, 145 casos de gripe suína foram registrados em todo o país, a maioria em peregrinos de volta de Meca.

Nenhuma morte foi registrada até o momento, destacou Lankarani.

Ao contrário, a Arábia Saudita já tem sete vítimas do vírus A (H1N1) da gripe suína.

Centenas de milhares de iranianos por ano viajam a Meca para o hajj, a grande peregrinação, que começa este ano no dia 19 de novembro.

sgh/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG