O Equador registrou suas duas vítimas fatais da gripe suína, três meses depois de ter detectado o vírus no país.

Segundo a ministra da Saúde, Caroline Chang, o Equador registra pelo menos 204 pessoas infectadas pelo vírus A (N1H1).

vel/cd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.