Uma pessoa com a gripe suína está em estado crítico na cidade de Nova York, onde três escolas fecharão nesta sexta-feira, informou o prefeito Michael Bloomberg.

"Um membro do pessoal docente está em estado crítico", disse Bloomberg em entrevista coletiva.

O paciente trabalha em uma escola do ensino médio no bairro do Queens, precisou o prefeito de Nova York.

Trata-se do primeiro caso grave de gripe A (H1N1), conhecida como suína, na cidade de Nova York.

As três escolas que serão fechadas, todas no Queens, têm 4.400 alunos no total, e só reabrirão após cinco dias úteis, "como medida de precaução", destacou Bloomberg.

O Centro de Controle de Doenças (CDC) informou hoje que 4.298 pessoas têm a gripe suína nos Estados Unidos, entre casos confirmados e suspeitos, e que o vírus A (H1N1) já causou duas mortes no país, uma no Texas e outra no estado de Washington.

ltl/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.