Gripe suína chega a 226 casos e 30 estados nos EUA

Washington, 3 mai (EFE).- Subiu de 160 para 226, nas últimas 24 horas, o número de casos confirmados de gripe suína nos Estados Unidos, informou hoje o Centro para o Controle de Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês).

EFE |

O aumento é de 41% em relação ao número de casos que já havia totalizado ontem, ao mesmo tempo em que a epidemia passou de 21 para 30 estados, Segundo o boletim do CDC, atualizado todos os dias às 12h (segundo o horário de Brasília), foram confirmados, pela primeira vez, três casos de gripe suína no Wiscosin e um em Iowa, Alabama, Nebraska, New Hampshire, Novo México, Rhode Island, Tennesee e Utah.

Nova York, que segue liderando o número de casos, que passou de 50 para 63.

O Texas, segundo estado mais afetado, também aumentou seu número de infectados, de 28 para 40.

Ele também continua sendo o único estado americano onde houve uma morte comprovadamente causada pela gripe suína, de um menino mexicano de quase dois anos (23 meses) de idade.

O aumento que mais chamou a atenção, porém, ocorreu no Arizona, onde o número de casos confirmados cresceu quatro vezes e meia, pulando de quatro para 18 infectados.

Agora, o Arizona é o quarto estado americano com mais casos de gripe suína, atrás de Nova York, do Texas e da Califórnia, que já registrou 26.

Os outros dois estados que chegam à casa das dezenas de casos, por enquanto, são Carolina do Sul (15) e Delaware, que também aumentou significativamente, passando de quatro a dez, de ontem para hoje.

Os demais casos de gripe suína nos EUA foram registrados em Nova Jersey e Massachusetts (sete); Colorado (quatro); Flórida, Illinois, Indiana, Ohio e Virgínia (três); Michigan, Kansas e Connecticut (dois); Kentucky, Missouri, Nevada e Minnesota (um). EFE cai/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG