Gripe suína ataca comunidades indígenas do Canadá

A primeira epidemia de gripe H1N1 do outono chegou ao Canadá por comunidades indígenas isoladas da ilha de Vancouver, no oeste do país, anunciou nesta quinta-feira a Associação Médica Canadense (AMC).

AFP |

Um médico citado pela publicação afirmou ter tratado recentemente "dezenas" de doentes nas comunidades indígenas da ilha Flores, diante de Vancouver.

Segundo as autoridades, as comunidades indígenas são mais vulneráveis à gripe que o restante da população canadense devido às precárias condições de higiene em que vivem.

A gripe suína já deixou 76 mortos no Canadá, segundo o último balanço anunciado quarta-feira pela ministra federal da Saúde, Leona Aglukkaq.

jl/yw/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG