sinais animadores nos EUA, mas há preocupação com outono - Mundo - iG" /

Gripe suína: sinais animadores nos EUA, mas há preocupação com outono

As autoridades americanas se mostraram prudentemente otimistas neste domingo frente à epidemia de gripe suína, advertindo para uma combinação do vírus A/H1N1 com o da gripe comum no outono.

AFP |

"Constatamos sinais animadores e estamos muito felizes", declarou o diretor dos Centros Federais de Controle e de Prevenção de Doenças (CDC), Richard Besser, entrevistado pela rede de televisão ABC.

Já a secretária de Saúde Kathleen Sebelius afirmou em um programa da rede de TV Fox que as autoridades precisam estar atentas durante a chegada do outono. "O perigo será se o vírus voltar no outono. Ele poderá voltar com uma forma mais virulenta", advertiu, indicando uma possível combinação do H1N1 com o vírus da gripe comum.

Em seu registro diário, os CDC indicaram 226 casos confirmados de gripe A/H1N1, ou seja 66 a mais que no sábado. Mais da metade dos estados do país foram afetados, 30 em 50, contra 21 na véspera. No Canadá, o registro subiu neste domingo para 100 casos confirmados, 15 a mais do que sábado.

"Potencialmente, o vírus circula agora em todos os Estados Unidos", comentou Anne Schuchat, uma diretora dos CDC. "Esperamos que outros estados confirmem a presença do vírus nos próximos dias".

Mas as autoridades americanas tentaram tranquilizar a população.

"É preciso colocar as coisas em perspectiva. A gripe comum que nos afeta a cada ano mata 36.000 pessoas" nos Estados Unidos, indicou o Dr. Besser no mesmo programa da Fox. No caso da gripe suína A/H1N1, "é animador constatar que esse vírus não tem até agora o aspecto mais severo que o de uma cepa de gripe comum".

Sebelius considerou que as últimas informações sobre a doença permitiam ser "prudentemente otimista". Mas "não podemos, em caso algum, nos permitir de relaxar em nossos esforços".

A secretária afirmou que a Organização Mundial de Saúde (OMS) poderá em breve passar nesta semana para seu nível de alerta máximo e considerou que o mundo "já" está em situação de pandemia.

bar/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG