ZURIQUE (Reuters) - O número de casos confirmados da gripe H1N1 subiu para 8.480 em todo o mundo, mas o número de mortes permanece estável em 72, segundo os últimos dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgados neste domingo. A confirmação de casos na Índia, Malásia e Turquia amplia o número de países atingidos pela doença para 39, informou a OMS.

A vasta maioria de casos aconteceu no México e nos Estados Unidos. A disseminação da doença levou a OMS a declarar que uma pandemia é iminente. No dia 29 de abril ela elevou o alerta de pandemia para nível 6.

A OMS informou que o México tem 2.895 casos registrados, incluindo 66 mortes. Os Estados Unidos reportaram 4.714 casos, com quatro mortes. Já o Canadá teve 496 casos e a Costa Rica, nove, cada um com uma morte.

O número de casos da gripe no Japão subiu para 17 neste domingo, segundo o ministro da saúde daquele país, ante os sete registrados nos boletins da OMS. Na China, a capital Pequim teve seu primeiro caso registrado.

(Reportagem de Jason Rhodes)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.