GENEBRA (Reuters) - A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou nesta terça-feira que quase de 13 mil pessoas foram confirmadas com o novo vírus de gripe H1N1, mas o número de países afetados continua em 46. Em seu último registro, que tende a ser defasado em relação aos boletins nacionais mas que é considerado o mais seguro, a agência das Nações Unidas disse que seus laboratórios confirmaram 12.954 infecções do novo vírus, que já matou 92 pessoas.

O México é o país mais gravemente atingido pelo surto da gripe, que causou 80 mortes lá. As outras mortes aconteceram nos Estados Unidos, onde 10 pessoas morreram, e na Costa Rica e no Canadá, que informaram uma morte casa.

A OMS disse que o vírus transportado pelo ar foi detectado em todas as regiões do mundo, com exceção da África. Os países com mais casos confirmados fora da América do Norte até agora são o Japão, a Grã-Bretanha e a Espanha.

Há um caso confirmado em Taiwan, que não é membro da OMS.

(Reportagem de Laura MacInnis)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.