Gripe H1N1 atinge os 50 Estados dos EUA; 2 morrem na Califórnia

WASHINGTON (Reuters) - Casos do novo vírus H1N1 já foram encontrados em todos os 50 Estados norte-americanos, e exames confirmaram o vírus em mais de 10 mil pessoas em todo o país, disseram autoridades na segunda-feira. Mas o Centro de Prevenção e Controle de Doenças (CDC) disse que os testes confirmados representam apenas cerca de 5 por cento do número real de casos, o que elevaria o total nos EUA a cerca de 200 mil.

Reuters |

Autoridades de saúde da Califórnia divulgaram as primeiras duas mortes relacionadas à doença, conhecida como gripe suína, o que aumenta o total no país para 19 vítimas fatais.

Ambos os casos envolvem pessoas de meia idade, um homem do condado de San Bernardino e uma mulher de Los Angeles, que tinham problemas de saúde prévios.

A Califórnia identificou 802 casos prováveis ou confirmados da nova gripe, sendo que 47 pessoas precisaram ser hospitalizadas.

O vírus, que se espalha facilmente e em geral provoca sintomas brandos, já foi diagnosticado em 17.564 pessoas de 64 países, matando 115 delas, segundo a Organização Mundial da Saúde.

Nesta semana, o vírus foi detectado pela primeira vez na Bulgária, no Vietnã e na Jamaica.

(Reportagem de Maggie Fox e Dan Whitcomb)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG