Cairo, 18 mai (EFE).- Uma menina de 4 anos morreu hoje no Egito vítima da gripe aviária, que já matou outras 26 pessoas no país, informou o Ministério da Saúde.

O porta-voz do departamento, Abdel Rahman Shahin, disse que a criança, identificada como Nada Ahmed Rida, morreu num hospital da cidade de Al Mansura, ao norte do Cairo, onde foi internada ontem com sintomas da doença.

Os primeiros casos de gripe aviária no Egito começaram a ser registrados em fevereiro de 2006. Desde então, 72 pessoas ficaram doentes no país.

O Egito, que tem a segunda maior população da África, é a nação do continente com o maior número de pessoas infectadas pelo vírus da gripe aviária.

O caso da menina que morreu hoje é o quarto fatal nos últimos 29 dias. Desde que começou a se espalhar pelo mundo, o H5N1, causador da doença, matou cerca de 250 pessoas. EFE aj/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.