G-Rio exige que governo de Honduras interrompa repressão

O Grupo do Rio exigiu na terça-feira à noite do governo de fato de Honduras o fim dos atos de repressão contra a população e garantias à integridade física do presidente deposto Manuel Zelaya, assim como dos funcionários da embaixada do Brasil em Tegucigalpa.

AFP |

"O Grupo do Rio exige às autoridades de fato que cessem de imediato os atos de repressão contra a população e a violação dos direitos humanos de todos os hondurenhos, evitando agravar a crise que o país atravessa", afirma um comunicado da chancelaria mexicana, que preside o G-Rio.

lp/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG