Grécia vive novo dia de protestos violentos

ATENAS - A Grécia viveu hoje um novo dia de protestos estudantis, com vários incidentes violentos, dentro das mobilizações contra a morte de um adolescente pela polícia no último dia 6.

EFE |

Entre as ações pacíficas, mais de 100 adolescentes exibiram dois enormes cartazes na Acrópole de Atenas nos quais convocam para amanhã um "Dia Pan-europeu de Solidariedade" das organizações esquerdistas contra a "opressão do Estado".


Protesto pacífico na Acrópole / AP

Em outro local da capital grega, um grupo de trabalhadores ocupou a sede do sindicato majoritário, GSEE, e pediu protestos conta a morte de Alexis Grigorópulos, de 15 anos, no bairro ateniense de Exarhia.

Ao mesmo tempo, radicais apedrejaram e queimaram com coquetéis molotov um ônibus da polícia no bairro de Mijalakopulu, enquanto diante dos tribunais de Atenas dez adolescentes encapuzados lançaram pedras, ovos e farinha contra os agentes.

Em Salônica, no norte da Grécia, cerca de 20 homens encapuzados assaltaram hoje um supermercado, de onde roubaram comida e produtos de primeira necessidade para depois dividi-los entre as pessoas mais necessitadas da região.


Manifestante atira pedra contra polícia / AP

Prejuízos no comércio

Atenas tenta recuperar o ritmo das próximas festas natalinas, após distúrbios em que 600 lojas foram destruídas, com danos superiores a 200 milhões de euros.

Ana Dimantopulu, da oposição socialista, declarou hoje que respeita o direito dos jovens de protestar, mas que "não deve se levar a imagem de que a Grécia se encontra em meio a uma revolução".

O presidente dos comerciantes de Atenas, Panagotis Karelas, disse hoje que um terço das lojas próximas à Universidade Politécnica, epicentro dos distúrbios, terá que fechar.


Grécia é palco de confrontos há 2 semanas / AP

Segundo ele, a venda nos comércios do centro de Atenas desceu 80%, em uma época na qual se faz a metade do faturamento de todo o ano.

Por outra parte, a imprensa informa hoje que as investigações sobre a morte de Grigorópulos mostram a possibilidade de que um segundo policial, presente no momento do incidente, tivesse atirado também.

Leia mais sobre Grécia

    Leia tudo sobre: grécia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG