Grécia tem a primeira noite de calma antes de nova manifestação

ATENAS - Antes de novas manifestações nesta sexta-feira, a Grécia viveu sua primeira noite de calma, depois de seis dias de distúrbios que levaram o país a uma profunda crise, desencadeada pela morte de um adolescente por tiros disparados por um policial.

Redação com agências internacionais |

O único incidente aconteceu no fim da noite de quinta-feira, quando uma loja de artigos esportivos, pertencente a Minos Kyriakou, presidente do Comitê Olímpico Grego, foi apedrejada.


Grécia é palco de confrontos desde sábado passado / AP

A polícia já havia destacado a redução dos confrontos na quinta-feira, mas permanece em alerta, após uma semana de violência urbana, o que não era visto desde o retorno da democracia em 1974.

"Foi um dos protestos mais intensos que tivemos na Grécia, mas hoje pode ser o último dia. Tenho medo que seja esquecido, como tudo foi no passado", disse Fani Stathoulopoulou, 25. "Os políticos não reagiram como deveriam."

Estudantes e professores convocaram uma manifestação para o meio-dia no centro de Atenas. Os confrontos recentes começaram depois que o adolescente Alexandros Grigoropoulos, de 15 anos, foi morto por um policial, no sábado, em Atenas.

O primeiro-ministro Costas Karamanlis, cujo partido Nova Democracia tem maioria de apenas um assento no Parlamento e cuja taxa de popularidade tem despencado, dará uma entrevista coletiva ainda na sexta-feira em Bruxelas, onde participa de um encontro da União Européia.

Violência

Na quinta-feira, centenas de estudantes foram às ruas em uma nova jornada de protestos. Várias delegacias foram atacadas e houve também incidentes durante uma passeata estudantil, na qual um grupo de radicais atirou objetos contra as forças antidistúrbios.

Cerca de 80 estudantes ocuparam pacificamente a emissora Flash Radio, leram um comunicado no ar e tocaram músicas por cerca de meia hora.

Mais de 100 escolas se encontram ocupadas no país pelos alunos.

Leia mais sobre Grécia

    Leia tudo sobre: grécia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG