Grécia prende homem de 26 anos por ataques a bomba

ATENAS (Reuters) - A polícia grega prendeu um homem nesta terça-feira sob suspeita de ser membro de uma guerrilha que assumiu a autoria de uma série de ataques a bomba no ano passado. A polícia disse que estava procurando Nikos Bakopoulos, de 26 anos, desde que ele e outros suspeitos foram acusados por um promotor de pertencerem ao grupo Conspiração de Células de Fogo, depois de uma incursão policial em setembro em um flat, na qual foi encontrada uma bomba.

Reuters |

Ele pode pegar prisão perpétua se for condenado.

"A polícia prendeu-o no centro de Atenas", disse um policial que não quis se identificar.

"O mandado foi emitido depois que suas digitais foram encontradas em um flat (no subúrbio de) Halandri, onde uma bomba e material para fazer bombas foram encontrados".

A Grécia vem sofrendo uma onda de ataques de esquerda e anarquistas visando prédios comerciais, policiais e públicos desde que a polícia matou a tiros um adolescente em dezembro de 2008, provocando os maiores protestos do país em décadas, abastecidos pela crise econômica.

O grupo de Bakopoulos assumiu a autoria de uma potente explosão que devastou o térreo do prédio da Companhia de Seguros Nacional e destruiu os vidros e cinco carros estacionados nas redondezas no fim de dezembro.

O grupo já era conhecido por pequenas explosões com tubos de gás e bombas caseiras lançados contra prédios do governo e casas e escritórios de políticos.

(Reportagem de Lefteris Papadimas)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG