Grécia pode recorrer ao FMI, diz Parlamento alemão

Berlim, 1 mar (EFE).- A Grécia pode recorrer ao Fundo Monetário Internacional (FMI) em caso de emergência para fazer frente a suas dívidas, segundo um relatório elaborado pelo Bundestag, a câmara baixa do Parlamento alemão.

EFE |

O texto divulgado pelo Bundestag aponta que um país da zona do euro, como é o caso Grécia, pode recorrer aos fundos do FMI, uma possibilidade que enfrenta a oposição da chanceler alemã, Angela Merkel, e de seu ministro das Finanças, Wolfgang Schäuble, assim como do Banco Central Europeu (BCE).

Segundo o relatório do Bundestag, como membro do FMI, a Grécia pode solicitar fundos da entidade, algo que o BCE vee como menosprezo de sua independência como única instituição à qual a UE confere a responsabilidade sobre a política monetária europeia.

O comissário de Assuntos Econômicos da UE, Olli Rehn, advertiu hoje o Governo grego sobre a necessidade de aplicar reformas estruturais e não só medidas no curto prazo para tirar o país de sua grave crise financeira.

"Controlem sua dívida ou a dívida controlará vocês", alertou Rehn.

O déficit público grego alcançou 12,7% do Produto Interno Bruto (PIB) no ano passado, enquanto a dívida pública supera 110% do PIB.

EFE nvm/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG