Grávidas devem ser vacinadas para gripe, diz CDC

ATLANTA (Reuters) - As grávidas deverão ser as primeiras a receber a vacina contra o novo vírus influenza H1N1, disse uma autoridade sanitária dos Estados Unidos a um comitê consultivo de especialistas norte-americanos na quarta-feira. A nova cepa apresenta um risco especial às grávidas e a vacinação protege também os recém-nascidos, disse o médico Anthony Fiore, do Centro para Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, em uma reunião de consultores em vacinas do CDC.

Reuters |

A recomendação do CDC foi acatada por um Comitê Consultivo de Práticas de Imunização, formado por especialistas.

Fiore afirmou que o grupo de trabalho do CDC estipulou que 42 milhões de norte-americanos deverão ser vacinados em primeiro lugar - as grávidas, as pessoas com filho muito pequeno para receber a vacina, trabalhadores da área da saúde e crianças com problemas crônicos que os colocam sob risco maior para as complicações da gripe.

Cinco companhias estão fabricando a vacina contra o H1N1 no mercado norte-americano - a unidade MedImmune da AstraZeneca's, a australiana CSL Ltd, GlaxoSmithKline Plc, Novartis AG e Sanofi-Aventis SA.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG