Grandes nomes do Partido Democrata fortalecem candidatura de Obama

Denver (EUA), 27 ago (EFE).- Os principais nomes do Partido Democrata vão discursar hoje para impulsionar a candidatura de Barack Obama à Presidência dos Estados Unidos, no terceiro dia da convenção do partido em Denver.

EFE |

A reunião do partido terá como principal orador da noite o senador Joseph Biden, candidato à Vice-Presidência do partido nas eleições de novembro.

O senador de Delaware, que se apresentou em duas ocasiões para concorrer à Casa Branca, é o presidente do Comitê de Relações Exteriores do Senado e deve ser o braço-direito de Obama na política externa caso o senador vença o republicano John McCain em novembro.

Sua presença na candidatura democrata também serviu para aplacar as críticas republicanas de que Obama, senador pelo Estado de Illinois, não tem experiência em política externa.

Segundo o programa do Partido Democrata, a quarta-feira servirá para expor uma política externa que "não é republicana nem democrata, mas uma política americana inteligente que fará com que o país seja mais seguro".

Além disso, acrescenta, tentará promover os interesses dos Estados Unidos no mundo todo.

O programa da convenção para a quarta-feira apresentará "as vozes dos americanos que compartilham a visão de Barack, de fazer com que os Estados Unidos sejam mais fortes e mais seguros", acrescenta.

Uma dessas vozes será a do ex-presidente Bill Clinton, que realizou uma ativa campanha a favor de sua esposa, Hillary, derrotada por Obama nas disputadas primárias do partido.

Segundo analistas políticos, em seu discurso Clinton tratará de levar um tom de harmonia ao partido e pedirá que seus simpatizantes votem em Obama com o objetivo de pôr fim a oito anos de controle republicano da Casa Branca.

Outro importante nome do partido a discursar será Bill Richardson, o governador do Novo México.

Ex-legislador estadual, ex-secretário de Energia e ex-embaixador dos EUA nas Nações Unidas, Richardson é também considerado um dos nomes fortes que Obama poderia ter em sua equipe de política externa.

Também discursará no terceiro da convenção o senador John Kerry, que foi derrotado nas eleições de 2004 pelo atual presidente, George W. Bush. EFE ojl/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG