Grande terremoto atingirá Califórnia nos próximos 30 anos

Los Angeles (EUA), 14 abr (EFE).- Cientistas americanos disseram hoje que a Califórnia tem 99% de chances de ser atingida por um grande terremoto nos próximos 30 anos, de acordo com um relatório publicado hoje.

EFE |

O tremor deve alcançar pelo menos 6,7 graus na escala Richter e afetará principalmente a zona sul do Estado.

O grande terremoto pode causar danos similares ou superiores ao abalo que atingiu Northridge, em Los Angeles, em 1994, deixando 60 mortos e prejuízos materiais calculados em mais de US$ 20 bilhões.

O relatório, chamado "Uniform California Earthquake Rupture Forecast" (UCERF), foi realizado por um grupo de cientistas de diferentes disciplinas, assim como engenheiros, graças à melhora dos sistemas de medição e uma maior coleta de dados.

"Isto nos permitiu conhecer com mais detalhe como funcionam os terremotos e trabalhar com um modelo de previsão mais completo", explicou à Agência Efe Ned Field, diretor da pesquisa do US Geological Survey Earthquake Hazards Program (USGS).

O estudo indica que a Califórnia tem 46% de chances de que o tremor supere uma intensidade de 7,5 graus que afetaria o sul do Estado.

"Não podemos prever exatamente quando ocorrerá, mas sabemos com certeza que vai ocorrer e é preciso dizer às pessoas para que estejam preparadas para o que possa acontecer", disse Field, que recomendou aos políticos e aos moradores que levem em conta o relatório para reduzir os danos do "próximo terremoto destrutivo".

"Os danos dependerão de onde o epicentro se localizar, daí que não se possa prever o grau de desastre que gerará, mas calculamos que as conseqüências não serão menores que as do tremor de 1994", afirmou Field.

A probabilidade de que o movimento de 6,7 graus ou superior afete a área de Los Angeles era de 67% e 63% no caso de San Francisco, e a origem poderia estar, novamente, na falha de San Andreas.

Os cientistas consideraram que este acidente geológico tem 59% de possibilidades de se deslocar e causar um grande terremoto nos próximos 30 anos.

A zona norte do Estado se encontra em zona sísmica mais segura para as próximas décadas, segundo os dados do relatório, embora os cientistas não descartem que a zona de Cascadia, no fundo do oceano e de mais de 1.100 quilômetros de longitude, pudesse criar um tremor de resultados catastróficos.

O estudo quantifica em 10% as possibilidades de Cascadia originar um tremor de até 9 graus na escala Richter .

Há décadas os cientistas trabalham para antecipar o chamado "Big One", um movimento tectônico de intensidade parecida ao que em 1906 deixou três mil mortos em San Francisco e com epicentro na falha de San Andreas, que naquele ano gerou uma vibração de 7,8 graus de potência. EFE fmx/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG