Grande rabino de Israel diz que política dos EUA é contrária à Torá

A posição dos Estados Unidos frente à colonização judia é contrária aos mandamentos da Torá, pois exige que Israel congele as colônias na Cisjordânia ocupada, afirmou o grande rabino sefardi de Israel, Shlomo Amar, em carta publicada nesta terça no Jerusalen Post.

AFP |

"A Torá pede ao povo judeu que viva em Israel, enquanto que os Estados Unidos pressionam para impedir que os judeus vivam e construam suas casas em grandes partes de Eretz Israel" (a Grande Israel, nas fronteiras bíblicas), escreveu Amar em carta dirigida à Conferência de presidentes das principais organizações judeu-americanas.

"Os americanos querem criar um Estado (palestino) onde se proibirá os judeus de viver e querem, incluisive, proibir a expansão naturl dos assentamentos judeus", acrescentou, pedindo a seus correligionários nos Estados Unidos que usem de sua influência "para que os judeus possam se instalar em toda Israel, conforme os preceitos da Torá e da Halaka" (a rígida tradição religiosa judaica).

ChW/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG