Grã-Bretanha se oferece para enviar mais tropas ao Afeganistão

A Grã-Bretanha vai oferecer na cúpula da Otan nesta sexta-feira o envio de mais tropas ao Afeganistão para garantir a segurança durante as eleições presidenciais de agosto nesse país, informou à AFP uma porta-voz do ministro britânico Gordon Brown.

AFP |

"O primeiro-ministro está pronto para pedir um aumento das tropas de modo temporário para contribuir com a seguranca das eleições presidencias afegãs", declarou a porta-voz, acrescentando que esta proposta está condicionada a um acordo conjunto dos aliados sobre a divisão das tarefas no Afeganistão, o que vai ser discutido na cúpula da Otan em Estrasburgo.

O presidente Barack Obama chegou nesta sexta-feira a Estrasburgo (leste da França) para uma cúpula pelos 60 anos da Otan, na qual buscará o apoio de seus sócios europeus para os novos planos dos Estados Unidos para o Afeganistão.

A força internacional coordenada pela Aliança Atlântica no Afeganistão, a Isaf, trava desde 2003 uma dura guerra contra os talibãs, que usam o território do cvizinho Paquistão como retaguarda segura e estão longe de serem derrotados.

Fontes militares indicaram esta semana que Obama decidirá no segundo semestre deste ano sobre o envio de mais 10.000 soldados para o front afegão, além dos 21.000 já anunciados, que servirão de reforço para o contingente americano atualmente mobilizado no país, que é de 38.000 militares.

A Isaf conta atualmente com 60.000 soldados de 42 países.

A principal meta do presidente americano é conseguir se retirar do Afeganistão de cabeça erguida, uma vez erradicada a insurgência e instalada uma democracia estável no país.

bur-/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG