Tamanho do texto

O secretário de Defesa da Grã-Bretanha, Des Browne, anunciou que o Exército adiou um plano para a retirada de cerca de 1.500 soldados do Iraque.

Browne disse que o recente aumento da violência em Basra levou comandantes militares britânicos a retardarem a redução do contingente da Grã-Bretanha no Iraque de 4 mil para 2,5 mil soldados, conforme prometeu o primeiro-ministro Gordon Brown no fim do ano passado. Browne disse considerar "prudente" a pausa na retirada até que a violência em Basra e outras áreas xiitas em Basra diminua e a situação fique mais clara.