Grã-Bretanha prende três acusados de ameaçar de morte premiê

LONDRES (Reuters) - Três homens foram detidos no norte da Inglaterra como parte das investigações sobre as ameaças de morte feitas contra o primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, e o antecessor dele no cargo, Tony Blair, disse a rede BBC na sexta-feira. Segundo a BBC, dois homens foram detidos na semana passada no aeroporto de Manchester quando estavam prestes a embarcar em um vôo rumo à Finlândia. O terceiro havia sido preso em um outro local da mesma região.

Reuters |

A polícia de Lanchashire confirmou que a detenção dos três tinha ocorrido com base na lei de combate ao terrorismo, mas não forneceu maiores detalhes.

'Há uma investigação em andamento a respeito dos três homens detidos no dia 14 de agosto de 2008. Eles continuam presos', afirmou um porta-voz. 'Em vista disso, não podemos fazer mais comentários'.

Uma porta-voz do gabinete de Brown disse: 'Não fazemos comentários sobre questões de segurança.' O premiê encontra-se em Pequim para participar da cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos, no domingo.

Segundo a BBC, os investigadores da polícia ficaram preocupados com as ameaças colocadas em um site de militantes, em janeiro, por um grupo chamado Al Qaeda na Grã-Bretanha. Esse grupo ameaçou realizar atentados suicidas contra Brown e Blair caso o país europeu não retirasse suas forças do Iraque e do Afeganistão.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG