Times - Mundo - iG" /

Grã-Bretanha pode reduzir imigração, diz Times

O secretário para Imigração da Grã-Bretanha, Phil Woolas, afirmou neste sábado ao jornal britânico The Times que a forte retração econômica no país pode levar o governo a reduzir a entrada de imigrantes de fora da União Européia.

BBC Brasil |

De acordo com Woolas, se britânicos estiverem perdendo os seus empregos, "a questão da imigração fica extremamente espinhosa". "Era muito fácil entrar neste país e vai ficar mais difícil", disse Woolas, de acordo com o Times.

Analistas dizem que a declaração do secretário marca uma guinada no tom do governo britânico sobre o assunto.

Até então, o governo trabalhista liderado por Gordon Brown vinha ressaltando a importância dos imigrantes para a economia britânica.

'Lição'
O governo, segundo a entrevista do secretário para Imigração ao diário britânico, não vai permitir que a população britânica atinja 70 milhões - atualmente, estima-se que ela esteja por por volta de 61 milhões.

A política do governo trabalhista britânico, desde a época de Tony Blair, tem sido de permitir a entrada de imigrantes, que atingiu níveis recorde nos últimos anos.

O British Immigration Advisory Service, uma organização não-governamental de apoio aos imigrantes, afirmou que uma "triste lição da história é que imigrantes levam a culpa em tempos de dificuldade econômica".

Em 2006, o país ganhou 180 mil pessoas, já descontado o número de pessoas que deixaram o país.

"É preciso haver um equilíbrio entre o número de pessoas que chegam e que saem do país", disse o secretário ao jornal britânico.

Segundo estimativas citadas na reportagem do Times calcula-se que até 2012, essa diferença entre os que deixam o país e os que chegam chegará a 200 mil pessoas.

    Leia tudo sobre: imigração londres

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG