Grã-Bretanha: chefe da polícia antiterrorista renuncia por erro

O chefe da divisão antiterrorista da Scotland Yard apresentou sua demissão após um erro de segurança que precipitou a detenção de suposto terroristas, anunciou nesta quinta-feira o prefeito de Londres, Boris Johnson.

AFP |

Em declarações à rádio BBC, Johnson declarou que havia aceitado com tristeza a demissão de Bob Quick.

Na tarde de quarta-feira, o policial ativou de emergência uma operação antiterrorista no noroeste da Inglaterra durante a qual foram detidos 12 homens.

A polícia decidiu deter as pessoas antes do previsto devido a um erro de Quick, que podia colocar em risco a operação de vigilância dos suspeitos detidos.

Quick foi fotografado quarta-feira ao chegar a Downing Street, para um encontro com o primeiro-ministro Gordon Brown, com documentos que davam detalhes da operação.

et-cyb/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG