radicais - Mundo - iG" /

Governo venezuelano descarta aproximação com opositores radicais

Caracas, 26 fev (EFE).- O Governo venezuelano descartou hoje qualquer aproximação com a cúpula da oposição a qual considera radicais, mas reiterou que está aberto ao diálogo com os que estiverem verdadeiramente interessados no progresso do país.

EFE |

O vice-presidente venezuelano, Ramón Carrizales, disse em discurso à Assembleia Nacional (AN) que o Executivo do presidente Hugo Chávez "sempre esteve aberto ao diálogo" com distintos setores nacionais, com a única exigência que não haja condições ou agendas ocultas.

"Existe uma grande dose de hipocrisia de parte destes setores que pedem o diálogo e, ao mesmo tempo, andam agredindo o povo, ameaçando tirar dele (...) todas as conquistas obtidas com a revolução", disse Carrizales no plenário da AN, de 167 membros, quase todos governistas.

O vice venezuelano insistiu em que, ao longo da década que está no poder, o Governo estabeleceu vias de diálogo "com os verdadeiros empresários, produtores, camponeses, com trabalhadores em geral", mas "não com pessoas que ignoram a representação popular e, no entanto, organizam lockouts e golpes de Estado". EFE gf/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG