Governo venezuelano comemora libertação de Ingrid Betancourt

Caracas, 3 jul (EFE).- O Governo venezuelano se juntou hoje ao júbilo pelo feliz acontecimento da libertação da ex-candidata presidencial colombiana Ingrid Betancourt, de 11 colombianos e três americanos que sofreram na própria carne as angústias da selva e a dureza do cativeiro.

EFE |

Em comunicado divulgado na noite da quarta-feira, o Ministério das Relações Exteriores venezuelano expressou que "o fato da liberdade é justificado motivo de júbilo para os libertados, suas famílias, o povo e o Governo da Colômbia".

Também afirma que o Governo venezuelano "reitera a solicitação feita às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), para que libertem os cativos que ainda mantêm em seu poder".

Além disso, deseja "que este fato abra caminho para o acordo humanitário, a desmontagem da guerra e o a conquista extraordinária da paz".

O comunicado também lembra que o presidente venezuelano, Hugo Chávez, "realizou intensos esforços a favor de um acordo humanitário na Colômbia" e que "seu trabalho de mediação conduziu às primeiras libertações de cidadãos colombianos retidos pelas Farc".

"O Governo e o povo da Venezuela desejam o reencontro entre os colombianos, que certamente ampliarão com a paz, as extraordinárias potencialidades dessa pátria, irmã da nossa", conclui a nota. EFE rr/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG