Governo venezuelano aumenta controle em aeroportos para evitar gripe suína

Caracas, 25 abr (EFE).- O Ministério da Saúde da Venezuela informou hoje que decidiu fortalecer os mecanismos de controle sanitário nos aeroportos, para evitar que a epidemia de gripe suína que se abateu sobre México e Estados Unidos se estenda a seu território.

EFE |

Além disso, disse o Governo em comunicado, "o Ministério do Poder Popular para a Saúde e Proteção Social orienta a população na aplicação de medidas de prevenção contra a entrada do vírus no país".

"Isso como parte do fortalecimento do Plano Nacional de Prevenção e Preparação para a Pandemia de Influenza e em obediência à recomendação de redobrar a vigilância feita pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que avaliou a situação como muito grave", acrescenta a nota.

Para prevenir o contágio do vírus, o Governo do presidente Hugo Chávez pediu, fundamentalmente aos venezuelanos que viajem para países onde se conheça casos de gripe aviária ou gripe suína, que evitem "mercados de animais vivos e criadouros de aves".

Isto vale também para o contato com aves de curral livres ou enjauladas, "porque o excremento contém grande quantidade de vírus".

"O Governo venezuelano garante que todos os produtos de aves silvestres e domésticas que este país importar devem ter as permissões de entrada respectivas e que seus responsáveis declarem todos os produtos animais em sua chegada", finaliza o comunicado.

EFE ar/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG