O Movimento Ao Socialismo (MAS), do presidente boliviano Evo Morales, venceu em seis dos nove departamentos da Bolívia nas eleições de 4 de abril, segundo relatório final emitido nesta segunda-feira pelo tribunal eleitoral.

O Movimento Ao Socialismo (MAS), do presidente boliviano Evo Morales, venceu em seis dos nove departamentos da Bolívia nas eleições de 4 de abril, segundo relatório final emitido nesta segunda-feira pelo tribunal eleitoral.

O MAS obteve folgadas vitórias em suas bases políticas de La Paz (50%), Cochabamba (62%), Oruro (59%) e Potosí (67%) e derrubou a oposição nos departamentos de Chuquisaca (54%) e Pando (50%), segundo o relatório ao qual a AFP teve acesso.

O partido governista perdeu em Santa Cruz - motor econômico do país -, em Tarija - região forte em gás - e na região pecuarista de Beni, onde a direita venceu.

A oposição chegou a 53% dos votos em Santa Cruz; 49% em Tarija e 42% em Beni, onde as vitórias ocorreram por maioria simples de votos.

O anúncio do tribunal eleitoral ocorre em meio a uma greve de fome promovida desde a semana passada por vinte líderes e militantes da oposição, nas cidades de La Paz, Sucre (capital de Chuquisaca) e Cochabamba.

O protesto foi iniciado devido a uma decisão da Corte Eleitoral, que, segundo eles, designou cadeiras nas assembleias regionais ao governo, desconsiderando supostamente a votação das forças de oposição.

jac/vel/lb

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.