Governo uruguaio proibirá posse de terras por estrangeiros em fronteiras

Montevidéu, 25 ago (EFE).- O Governo do Uruguai enviará ao Parlamento em setembro um projeto de lei pelo qual se proibirá os estrangeiros de possuir terras nas zonas fronteiriças, onde se estabelecerá uma faixa de segurança.

EFE |

A faixa abrangerá a fronteira com o Brasil e o litoral do rio Uruguai, que liga o país com a Argentina, informou o ministro de Pecuária, Agricultura e Pesca, Ernesto Agazzi, em declarações publicadas hoje pelo diário "El Observador" de Montevidéu.

O Uruguai tem 1.578 quilômetros de fronteira: 1.070 com o Brasil e 508 com a Argentina.

Um dos objetivos do projeto de lei é evitar a entrada no país de doenças e vírus que afetem a pecuária e a agricultura, assim como atacar o contrabando e o tráfico ilícito de animais.

Agazzi disse que a febre aftosa que ingressou no Uruguai em 2001 o fez por via terrestre pelo sul do Brasil, segundo as primeiras investigações realizadas.

Segundo o ministro, uma lei como a projetada poderia ter evitado a entrada da doença. EFE apl/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG